Como educar filhos para não serem idiotas (eBook)

Estratégias para ajudar as crianças a serem adultos honestos e generosos

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
13,99€ I
11,19€ I
-20%
COMPRAR
-20%
13,99€ I
11,19€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO
I Disponibilidade Imediata

SINOPSE

NOTA IMPORTANTE: aqui ninguém acha que o seu filho ou a sua filha são uns idiotas. Pelo contrário, se pegou neste livro, sabemos que tem a genuína preocupação de os ajudar a serem adultos respeitadores e respeitados.
Acredita que tem tudo controlado? Bem... talvez não esteja a dar atenção aos maus exemplos a que as crianças são expostas diariamente.
Neste livro, baseado na mais recente investigação científica, Melinda Wenner Moyer apresenta inúmeras sugestões que ajudarão a educar crianças, da infância à adolescência, para que não se tornem egoístas, egocêntricas, intolerantes, mentirosas ou violentas e, em simultâneo, sejam resilientes, ambiciosas e honestas – ou seja, boas pessoas. Afinal, é isso que todos os pais desejam, acima de qualquer outra coisa.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Um guia para diminuir a idiotice parental
Fábio Lavos Martins | 2022-10-24
Muito bem estruturado e organizado, com sugestões pragmáticas e concretas assentes num sólido respaldo bibliográfico, este livro permite diminuir a sensação de incapacidade e desnorte parental. Valida ideias, abre caminhos e assegura flexibilidade. Andará na sacola algum tempo. Muito útil

DETALHES DO PRODUTO

Como educar filhos para não serem idiotas (eBook)
ISBN: 978-972-0-67234-6
Edição/reimpressão: 11-2022
Editor: Ideias de Ler
Código: 67234
Idioma: Português
Páginas: 320
Tipo de Produto: eBook
Classificação Temática: eBooks > eBooks em Português > Ensino e Educação > Pais e Educadores
Melinda Wenner Moyer é mestre em Comunicação em Ciência, Saúde e Ambiente pela Universidade de Nova Iorque, na qual é docente, e especializada em Biologia Celular e Molecular.
Colabora regularmente com publicações de renome, como Scientif ic American, The New York Times ou Washington Post, entre outras. Ao longo da carreira, Melinda tem sido distinguida por diversos trabalhos: em 2019, venceu o Bricker Award para Escrita Científica em Medicina, com o seu trabalho a ser apresentado na antologia Melhor Escrita Científica e Natural Americana de 2020; em 2018, recebeu uma bolsa da Fundação Alicia Patterson; obteve o primeiro lugar nos Prémios de Excelência em Jornalismo de Saúde, nos
Folio Eddie Awards e nos Prémios Anuais de Escrita da Sociedade Americana de Jornalistas e Autores; foi finalista do James Beard Journalism Award, do National Academy of Sciences Communication Award e do National Magazine Award.
Vive em Hudson Valley, Nova Iorque, com o marido, dois filhos e um cão.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK