2019-02-07

Os meus pais estão a envelhecer, um livro prático para uma realidade cada vez mais frequente

Guia para apoiar quem cuidou de nós é apresentado por Teresa Guilherme e Jorge Gabriel.

Partilhar:

No dia 14 de fevereiro, a Ideias de Ler faz chegar às livrarias Os meus pais estão a envelhecer, de Maria José da Silveira Núncio e Carla Rocha. Indispensável para desdramatizar o envelhecimento e a tarefa de cuidar dos progenitores, este livro vai, de forma eminentemente prática e objetiva, ajudar os leitores a encontrarem as formas mais adequadas de enfrentar as exigências deste novo quotidiano com energia e otimismo.



Cuidar dos pais não é um fator determinante na equação que a maioria das pessoas cria para o seu futuro. No entanto, e com a naturalidade que parece ser esquecida, o envelhecimento acontece. Por vezes, aparenta surgir de um dia para o outro, com uma doença que se revela grave ou crónica. Porém, na maioria dos casos, os sinais surgem lentamente: as dificuldades de locomoção, as fragilidades na memória, a confusão com as questões burocráticas ou até as misteriosas amolgadelas no carro. Em ambos os casos, acompanhar o envelhecimento é exigente, desde as novas logísticas que devem ser asseguradas, até às decisões complexas que é preciso tomar em relação ao futuro. Tudo isto, sem ignorar as próprias necessidades.

Num país em que o envelhecimento da sociedade se acentua drasticamente, Os meus pais estão a envelhecer é um guia essencial para todos quantos se preocupam ou passam por esta situação, incluindo os milhares de cuidadores informais – cujo trabalho o Presidente da República coloca em destaque na mensagem que escreveu para esta obra.

A primeira sessão de apresentação de Os meus pais estão a envelhecer está marcada para dia 21 de fevereiro, pelas 18:30, em Lisboa, no espaço Âmbito Cultural do El Corte Inglés. A apresentadora Teresa Guilherme e a psicóloga Patrícia Charters são as convidadas especiais. No dia 9 de março, a Bertrand Cidade do Porto recebe a apresentação deste título, apartir das 17:00. Jorge Gabriel e Ana Luísa Pinto, fundadora da Associação Cuidadores, juntam-se para a conversa sobre este tema.

EXCERTO DA MENSAGEM DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Folheando as páginas de “Os Meus Pais Estão a Envelhecer” há duas ideias que nos interpelam: a inevitabilidade do envelhecimento nas nossas sociedades e a necessidade de agir.
Perante este retrato de uma realidade que é hoje um fenómeno global devemos, desde logo, começar por nos questionar se estamos, entre nós, a promover uma sociedade geracionalmente consciente, onde todos sabem que há lugar para todos, não havendo definitivamente lugar a exclusões e incompreensões ou clivagens geracionais desnecessárias. (…)
Estamos, pois, perante uma publicação, que mais uma vez, coloca em destaque a importância dos cuidadores informais. Em Portugal a grande maioria dos cuidados prestados a pessoas dependentes, sejam idosos, pessoas com deficiência, demências ou doenças crónicas é prestada por cuidadores informais e não através das redes formais. Há milhares de cuidadores informais e cada vez haverá mais. As páginas deste livro trazem-lhes um testemunho importante, mas é preciso ir mais longe. Os cuidadores informais não podem continuar invisíveis e nessa condição ignorados, é necessário acautelar os seus direitos, conjugando o seu estatuto com o estado social. (…)
Neste contexto, o trabalho das autoras não se resume a uma análise dos problemas que o envelhecimento coloca, quer ir mais longe. Ouvindo testemunhos de quem com eles foi confrontado, fornecendo pistas, ideias ou caminhos para a ação. (…)
Esta é uma causa nacional, uma causa que reúne o apoio de todos os partidos políticos. É uma causa que o Presidente da República sempre defendeu. É uma causa para a qual contribui o livro
Os Meus Pais estão a Envelhecer.

SINOPSE
Raramente incluímos nos planos de vida cuidar dos nossos pais quando envelhecem. Aos nossos olhos, a necessidade de os apoiar parece sempre muito distante. No ritmo frenético que levamos, lidar com os problemas próprios do envelhecimento dos nossos pais é um verdadeiro desafio. Um dia surgem as dúvidas: estarão a alimentar-se como deve ser? Quem os vai acompanhar às consultas? Será seguro ficarem sozinhos? Com testemunhos reais e muitos conselhos práticos, este livro vai ajudar a: avaliar necessidades do quotidiano; identificar soluções imediatas e a longo prazo; comunicar com os seus pais; envolver a família no apoio; falar sobre temas difíceis; prolongar a autonomia dos seus pais; gerir as emoções; cuidar de si.

AS AUTORAS
Maria José da Silveira Núncio é doutorada em Sociologia, professora universitária, mediadora e coach familiar. Interessa-se pelas famílias, pela promoção do seu bem-estar quotidiano e acredita que a satisfação e a realização individuais e familiares são fáceis de conseguir desde que se clarifiquem metas e estratégias a alcançar. É autora de livros de autoajuda, de romances e de obras académicas e colabora regularmente com os meios de comunicação social na qualidade de especialista na área da família. É casada, mãe de dois filhos e vive também a realidade de apoiar os seus pais.

Carla Rocha é Enfermeira Especialista de Reabilitação e está a concluir o Mestrado em Cuidados Paliativos. O acompanhamento prestado aos utentes ao longo do seu percurso profissional despertou-a para a problemática do envelhecimento e motivou-a a desenvolver projetos no âmbito do apoio físico, psicológico e social a idosos.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK